HOSPITAL MUNICIPAL DE SAQUAREMA DEIXA CORPO DE UM HOMEM SE DECOMPOR NA PEDRA

Hospital-Municipal-Nossa-Senhora-de-NazarethMatéria veiculada no Jornal O CIDADÃO • 291

O corpo de um homem idoso que faleceu no dia 30/09, no Hospital Municipal Nossa Senhora de Nazareth, em Saquarema, esperou por 5 dias para ser sepultado, sendo enterrado somente no dia 05/10.
No sábado, 30/09, o idoso foi levado para o hospital e socorrido e veio a falecer em decorrência de um mal súbito. No mesmo dia, a administração do hospital deu início as providências burocráticas para entregar o corpo a família. Segundo a administração do hospital, a resposta da família do falecido não foi positiva. A partir desse momento, ainda de acordo com a administração, a Procuradoria Geral do Município de Saquarema entrou com uma ação judicial para conseguir levar o corpo para o Instituto Médico Legal – IML. Cinco dias depois, a família entrou em contato com o hospital para abreviar a liberação do corpo e fazer o sepultamento.
Esclarecido o motivo da demora da liberação, passamos para outro ponto: a não conservação do corpo. Com o passar dos dias, o corpo continuava na pedra sem nenhuma conservação ou refrigeração, já em estado avançado de decomposição, o forte mau cheiro era sentido do lado de fora do hospital, causando indignação aos pacientes. A unidade hospitalar recebe todos os dias, centenas de pessoas, com as mais variadas necessidades e com isso o risco de contaminação era eminente a todos que precisavam estar ali, podendo se caracterizar a negligência da Secretaria de Saúde.

 

Foto: Divulgação

Sem comentários aqui.

Deixe uma resposta

Deixe sua opinião aqui. Seu e-mail será mantidos em sigilo.