MENOR DE 15 ANOS É SUSPEITO DA MORTE DE PSIQUIATRA EM CABO FRIO

Adilson Bechara - Rep FacebookInvestigação da 126ª DP aponta adolescente de 15 anos como suspeito pela morte do psiquiatra Adilson Bechara, em Cabo Frio.

O crime que aconteceu na orla da Praia do Forte, em Cabo Frio, na madrugada do último dia 14, pode ter sido cometido por um adolescente de apenas 15 anos de idade. Segundo investigações da 126ª DP, o menor é procurado como suspeito do crime.

A 126ª DP informou que segundo investigações, a morte do psiquiatra é aponta como latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. Um mandado de busca e apreensão do adolescente já foi decretado, segundo o delegado Carlos Abreu, que investiga o crime. Um travesti que acompanhava o menor também está sendo procurado.

Segundo a investigação, testemunhas disseram que Adilson foi abordado no estacionamento da orla da Praia do Forte, próximo aos quiosques, quando ainda estava dentro do seu veículo, e que o menor pediu dinheiro, golpeando em seguida do psiquiatra com facadas.

Bechara, que também era diretor do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade, chegou a ser levado, por pessoas que estavam no local, ao Hospital Central de Emergências, mas acabou não resistindo aos ferimentos e morreu na unidade.

Foto: Reprodução Facebook

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Sem comentários aqui.

Deixe uma resposta

Deixe sua opinião aqui. Seu e-mail será mantidos em sigilo.