POLÍCIA MILITAR REALIZA OPERAÇÃO CONSTANTINO II COM 51 MANDADOS DE PRISÃO NA REGIÃO DOS LAGOS

pm01Na manhã desta quarta-feira, 27, o Grupo de Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar (CI/PMERJ) deflagraram a operação Constantino II.  Com o objetivo de cumprir 51 mandados de prisão de acusados por crimes de associação ao tráfico, tráfico de drogas e porte de armas de uso restrito. Durante as investigações, 17 pessoas foram presas.
Derivada do desdobramento da Operação Constantino em sua primeira fase, em outubro de 2015, que resultou, dentre outras, na prisão do traficante Eduardo Rocha Freire Barboza, conhecido como “Cadu Playboy”, com ação à desarticulação de uma quadrilha responsável pela venda e distribuição de drogas em toda Região dos Lagos. A Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário/SEAP fazem o apoio da operação.
Os mandados de busca e apreensão seguem por Cabo Frio, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos, e nos seguintes presídios: Instituto Penal Vicente Piragibe, Cadeia Pública Romeiro Neto, Presídio Ary Franco, Penitenciária Dr. Serrano Neves, Cadeia Pública Jorge Santana, Presídio Evaristo de Moraes, Presídio Nelson Hungria, Penitenciária Gabriel Ferreira Castilho, Cadeia Pública Paulo Roberto Rocha e Penitenciária Moniz Sodré.
Denúncias afirmam que a quadrilha atuava em diversas cidades de Arraial do Cabo, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio, com foco nos bairros e comunidades Manoel Corrêa (Favela do Lixo), São Cristóvão, Guarani, Parque Burle, Peró e Boca do Mato.
Integrados à facção criminosa Comando Vermelho (CV) o bando era liderado por Wagner Teixeira Carlos, o “Bigode” ou “Waguinho”. Ainda que preso, “Waguinho” coordenava as atividades de dentro da penitenciária, por meio de ligações e mensagens telefônicas.
Também foram presos durante as investigações os denunciados Anderson da Silva Severo, vulgo “Uando”, braço-direito de “Waguinho”; Cleiton da Silva, conhecido como “Mão” ou “Puan”; José Paulo Nascimento Fernandes, vulgo “JP” ou “Zé Paulo”; e Aldiro Eduardo dos Anjos Victorino de Mendonça, o “Chicão”, que estavam à frente do grupo sob as ordens de “Waguinho” de dentro da penitenciária.

Fotos: Divulgação PM

pm02

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Sem comentários aqui.

Deixe uma resposta

Deixe sua opinião aqui. Seu e-mail será mantidos em sigilo.