Sobre

Posicionamento definido

Quem diz que o Jornal O CIDADÃO não tem lado, posicionamento político, é mentiroso, porque quem mente, mentiroso é. Temos posicionamento político, sim, e esse claro é para nossos leitores. Pois, nossa posição política está bem definida: somos totalmente favoráveis a Araruama e região, aos cidadãos de bem. Somos a favor da política que prima pelo bem social, pela coletividade.

Não podemos ser levianos e ficar como muitos alegam estar: em cima do muro, esperando o vento favorável para se posicionar, não queremos ser como os hipócritas que alegam estar neutros. Estamos do lado do certo, da legalidade, e deste posicionamento não podemos fugir e não temos a menor pretensão de fazer diferente. Agora, ter posicionamento político, social, de honra e princípios de DEUS, não significa ser partidário ou fazer parte de grupo político, mas estar inserindo e ser o porta voz da sociedade no tocante de seus problemas e de toda comunidade onde o nosso veículo circula traduz nosso compromisso com a verdade, de levar a informação, sem servir a partidos e/ou grupos políticos. E isso, exige uma consciência responsável, de não se esquecer nunca de que toda crítica deve ter medida e muitas das vezes, deve ser contida em sua forma para não causar danos à população, para isso, devemos ter a responsabilidade de discernir dentro do equilíbrio para não servirmos ao lado A, B ou C evitando assim, perder o foco de servir a sociedade e não a grupos partidários. Porque a crítica terá sempre que trazer maiores resultados, benefícios, para população e não para A, B ou C.

Respeitamos a opinião de nossos leitores, mas não abriremos mão da posição, do lado correto, de nossa consciência e responsabilidade em virtude do que alguns acham ou insinuam diante de seus posicionamentos político partidários, pois, já temos um posicionamento bem definido politicamente: somos a favor do povo de Araruama, cremos que o Jornal O CIDADÃO e sua versão online são a voz do cidadão. Cada um escolhe o seu caminho, de vida ou de morte, de felicidade ou de tristeza, afinal, a vida é feita de escolhas, e hoje, nós somos resultados de nossas escolhas. Somos um jornal de palavra, de promessa e de futuro. Pois, escolhemos informar com precisão, vivendo princípios e conquistando o melhor de nossa terra. Avalie suas escolhas pelo seu presente e se preciso for mude a rota tendo princípios como bússola.